18 de agosto de 2014

Mais uma hora da leitura - A menina que quer mudar os direitos da mulher no mundo islâmico

Malala Yousafzai é a jovem paquistanesa de que todos falam. Em 2012 foi alvo de um ataque talibã, quando seguia no autocarro escolar para as aulas, no qual três balas foram disparadas contra si. Uma atravessou a órbita do olho esquerdo e saiu pelo crânio, raspando, ainda o ombro. As outras duas passaram ao lado e acertaram em duas outras meninas. O motivo? Malala tem lutando pelos direitos das mulheres e pelo direito à Educação no mundo islâmico. É uma ativista assumida. 



O livro relata a sua vida e do seu pai, o ídolo dela que, apesar de ser homem, nunca foi a favor das leis que restringem a vida social das mulheres: "A Malala será sempre livre como um passarinho". O livro em si é bastante maçador, mas os factos relatados são interessantes e, de certa forma, chocantes. Por exemplo, no Paquistão e Afeganistão, as mulheres não podem conviver com ninguém e devem manter-se unicamente em casa. Não têm direito a ir à escola, só podem sair quando acompanhadas pelo marido, irmãos ou pai, não podem votar, a sua opinião em tribunal vale metade da de um homem, etc etc. Um exemplo que ela dá é o seguinte: uma menina de cerca de 13 anos foi violada e ficou grávida, mas em tribunal não conseguiu provar tal facto, uma vez que precisava de quatro homens que sustentassem o seu testemunho. Como tal, foi condenada a prisão perpétua por adultério. 

Ainda vou a meio do livro, todavia aconselho-o pela lição de vida que dali retiramos. Relembro, não é por isso que deixa de ser 'pesado' em termos de leitura. 

Peniche tinha Feira do Livro !!! Por todo o lado havia uma barraquinha! Isto é tentar quem é viciado. Resultado? Já tenho livros para quando terminar a Malala. Depois falo de cada um.  ;)  Can't Wait!



Já leram algum?
muah*




8 comentários:

  1. Ainda não li nenhum destes mas tenho curiosidade com o da malala e com o "prometo falhar" :)

    ResponderEliminar
  2. Ainda não li nenhum mas já ouvi boas criticas em relação ao primeiro.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Espero que ela seja o início da civilização Islâmica, já que eles vivem com regras e leis completamente ultrapassadas.

    ResponderEliminar
  4. Não li nenhum desses livros, mas confesso que o primeiro já está na minha lista de leitura...

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  5. A minha cadela tem mais liberdade que uma mulher afegã.
    Se calhar foi lá (no Afeganistão), que nasceu a ideia que a mulher é para estar na cozinha, "a(o) fogã(o)". lool

    ResponderEliminar
  6. Tenho muita curiosidade de ler o livro da Malala, um percurso de vida impressionante que devia ser ainda mais destacado a nível internacional!

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  7. Me ha gustado tu bloc, he encontrado cosas muy interesantes, te invito a visitar el mío esta semana mesas marineras, restaurantes curiosos y una receta refrescante espero que te gusten mis propuestas y me encantaría que si no eres seguidora te hicieras para seguir compartiendo nuestros blogs
    Elracodeldetall.blogspot.com

    ResponderEliminar

Read, comment, repeat!