28 de julho de 2014

Começo a ficar deprimida...


Então não é que está tudo a casar ou a engravidar? Mas eu não tenciono fazer nenhum dos dois nos próximos anos ou milénios até. Será que sou eu que estou errada? Aliás, não podemos falar em certo ou errado, apenas em vontades e objetivos. Eu como sou workaholic, não me vejo com disponibilidade para nenhum dos casos. Nem tenho condições financeiras para tal. 

No entanto, sempre que chego ao facebook, vejo fotos novas de barriguinhas ou vestidos de noiva encantadores e fico a pensar que estou a ficar para trás.

Nunca sonhei com casamento, mas sempre quis ter descendência e não muito tarde. Assim, quando fosse levar os miúdos à escola, não lhes perguntavam se vinham com a avó. Entretanto, a vida mudou e os meus planos também. Radicalmente!!

Por aí, já se pensa em casamento, filhos ou já têm isso tudo?

muah*



25 de julho de 2014

Ei lá, deixaram este blog ao abandono?


Parece... 
Finalmente consegui fazer tudo (quase tudo, vá) o que tinha para fazer. Estou de coração cheio, por tudo o que consegui, mas também de rastos. Já tenho saudades do mundo da blogoesfera e dos vossos textinhos. Espero tão cedo não me meter em tantas atividades e ficar sem respirar. Vou-vos resumir os meus dias desde o último post, em fotos, penso que será mais fácil.


Dia 17 - Quinta-feira de manhã - Sessão fotográfica da Diana Costa



Dia 17 - Quinta feira de tarde/noite - 1º dia Meo Marés Vivas


Zona VIP

Festivaleira sem chapéu não é nada :)

Reportagens:

Primeiro dia do Meo Marés Vivas recebeu The Prodigy e Xutos e Pontapés - GN

MEO MARÉS VIVAS: DIA 1 (17/07), COM THE PRODIGY E XUTOS & PONTAPÉS - N&M


Dia 18 - Sexta feira de tarde/noite - 2º dia Meo Marés Vivas




Com a Irina e o Nelson, minhas grandes companhias
VIP que é VIP, come creme de espargos com iogurte grego ;)

Reportagens:

- - GN

MEO MARÉS VIVAS: DIA 2 (18/07), COM JAMES E SKRILLEX- N&M



Dia 19 - Sábado - Aniversário da minha princesa



Dia 20 - Sábado de tarde/noite - 3º dia Meo Marés Vivas





Com a Soraia e o Márcio, minhas companhias do terceiro dia
Reportagens:

-MEO MARÉS VIVAS: DIA 3 (19/07), COM PORTISHEAD E JOSS STONE - N&M


Dia 20 - Domingo de tarde - Chá de Verão da APDV

Módulo II - Winy, Moi, Professora (magnífica) Vânia Cezário, Ana, Juani e Joana Bárbara
Todos os grupos


O vídeo da nossa coreografia, feita por Vânia Cezário. ;)



Entre isto tudo ainda tive os meus velhinhos, as aulas de dança, o curso de photoshop e respetivos trabalhos e as reportagens para escrever. 

Como me tinham perguntado como poderiam aceder as minhas reportagens, eu gostaria de salientar que escrevo para um site sobre música chamado Noite e Música Magazine (facebook aqui), que está ao alcance de um click e tem fotos e reportagens muito boas, assim como passatempos para ganharem bilhetes para festivais, concertos e outros espetáculos. Não abrange só o norte, por isso, todos podem e devem espreitar. 

Para além disso, escrevo para uma plataforma online de caráter generalista, chamada Global News (facebook aqui), que tem excelentes profissionais a escreverem. Vale a pena ler cada reportagem e cada notícia, que são trabalhadas com muito empenho por quem não lucra com isto. 

O link direto para as reportagens está na página ao lado, em My Articles e os correspondentes a este festival estão em cada um dos dias assinalados acima. 


16 de julho de 2014

Sabem aquelas pessoas dos filmes...

que tropeçam quando não devem, que levam com um objeto na cabeça, mesmo que estejam 300 pessoas em seu redor, que falam alto quando acaba a música, enfim, aquelas pessoas dos filmes que são as típicas trapalhonas? Yeap, sou eu! E esta semana ando em alta.

Sábado foi a atuação de ballet da minha baby girl e eu levei uma roupita toda nice (pelo menos na minha cabeça era). Entre as várias coreografias, houve uma feita pelas avançadas de dança contemporânea... O que traziam elas vestido?? Mandem aí uma ideia para o ar.. .Isso mesmo, um modelito muito muito semelhante ao meu. E como se já não fosse mau eu ter reparado nisso, uma das bailarinas, no final, viu-me e meio indignada disse-me isso mesmo.



Ontem, metro do Porto à pinha, escadas rolantes já com a língua de fora, de tantas pessoas que carregava e eu, euzinha, fiquei com o cordão das sapatilhas preso nas mesmas...E eu puxava, puxava e o cordão não saía. Já estava preparada para a vergonha que se seguiria, quando o cordão finalmente se soltou.

Último dia de aulas no IEFP, a malta junta-se em grupo para fazer uma dinâmica. Todos os grupos vão para o mesmo café (isto dá cerca de 20 pessoas) e eu mando-me contra o carrinho das compras, daqueles das senhoras idosas, tropeço largamente e acabo com um pedido de desculpas tão sonante que fez eco no café. Toda descabelada, olho por entre os fios de cabelos e vejo toda a gente a rir. -.-'



Agora assuntos mais sérios. Ando em falta com o mundo da blogoesfera e peço desculpa por isso. Tenho tido tanto que fazer. Não entendo como é que ainda não fiquei rica...Ah, pois, vivemos em Portugal.

Achei que vos devia dizer que, depois de ter terminado aquele longo e enfadonho curso do IEFP, já estou metida noutro. Este era opcional, mas este pareceu-me muito interessante, uma vez que se trata de edição de Imagem (photoshop, basicamente). Já começou há uma semana, eu cheguei agora de páraquedas, mas so far, so good! E hoje mesmo já fiz um teste. Mas estou a gostar. Relembrar algumas competências adquiridas na faculdade e apreender mais conhecimentos.

Os meus horários estão loucos e hoje já senti a exaustão abater-se. Ainda me esperam três dias de festival no Meo Marés Vivas, com as respetivas reportagens, seguidas da atuação de dança oriental, o aniversário da minha menina, tudo enquanto tenho o curso.

Quero ainda aproveitar para dizer que entrei no mestrado que tanto queria! :)

muah*



8 de julho de 2014

Trabalhar e viver com velhinhos tem destas coisas


CULTURA E DIA A DIA

1

-Dona X, um dos oito patinhos morreu. 
-A sério? E estava a nadar?
-(semicerrar de olhos) ...se estava morto...
-Ah. coitadinho! Então não estava a nadar.


2
-Os gelados engordam? (a comer um magnum)
-Sim!
-Porquê?
-Porque são calóricos.
Dia seguinte:
 -Os gelados engordam? (mais um magnum)
-Sim!
-Porquê?
-Porque têm calorias.
Mais um dia:
-Os gelados engordam? (bota abaixo mais um)
-Sim!
-Porquê?
-Porque têm açucares e coisas do género.
-Oh, não engordam nada. Não têm nada que faça engordar, é só gelo. 
- -.-'

3
-Essas maçãs são boas?
-São sim.
-São nacionais.
-Hum-hum.
-São boas não são? São nacionais as maçãs.
-Hum-hum.
-São boas as maçãs?
-Sim, muito.
-Pois, são nacionais.
-...
-São boas?
-(ahhhhh) São!
-Hum...então coma uma banana!!

4
Bate à porta do quarto:
-Magda?
-Diz.
-Magdaaaa?
-Diz!!
-Magda? Estás aí?
-ESTOU! DIZ!!!
-Estás a fingir que não me ouves não é?
-QUE QUERES??
-É preciso gritares?
-.-'


5
Muito mal posicionada numa cadeira, com o telefone na mão e a dormir redondamente.
-Está a dormir?
-Nã, num. Estou ao tefone (aquele falar típico de quem acabou de acordar).


HIPOCONDRÍSMO

6
- Dói-me a lombar. Concerteza é algo relacionado com os pulmões.

7
Ela: Dói-me as costas. Dói-me a cabeça. Dói-me a cervical. Vou pedir ao médico para fazer exames.
Eu: Mas já fez um raio-x, uma ressonância magnética, análises a tudo, ecografia, TAC (e outros exames de nome feio, que nem posso dizer aqui)...
Ela: Vou pedir mais uma ecografia e um raio-x. Eles podem não ter visto bem.


8
Ela: Hoje não foste trabalhar?
Eu: Já sai.
Ela: Já saiste? Ou estás a faltar?
Eu. -.- O meu horário é o mesmo há um ano e meio. Eu saio sempre a esta hora.
Ela: Pois, estás a faltar e não queres dizer...
Eu: Eu nunca faltei.
Ela: Là está, mais um motivo para o fazeres agora.


Estas são as que me lembro de momento... Mas tenho muitas situações assim, muito engraçadas e muitas que não posso contar. :)

muah*





6 de julho de 2014

Miscelânea

Hoje estava indecisa do que escrever no blog. Não sabia se deveria lamentar-me das três manhãs que ainda me restam no IEFP e do trabalho que dá um curso de 25 horas, ou se vos falaria da minha série preferida e que nunca vi falar dela por esses blogs fora (Teoria do Big Bang), ou ainda se vos falaria da ansiedade que me tem domado estes dias, em que estou constatemente a verificar o email para ver se já chegou a tão esperada resposta. Até que fui ao café com os meus patrõezinhos e vi estas preciosidades. 

Se for de alguém que passa aqui, por favor, não se acuse. xD

Depois lembrei-me de mais uma preciosidade. Esta semana, um espertinho colocou o seu veículo a impedir a saída do meu do estacionamento. E por mais que eu usasse e abusasse da buzina, o dono não chegava. Pronto...levou recado. É que ainda para mais, nem desculpa pediu. 



Mais uma vez, se for de alguém que passa aqui no blog, que não se identifique. 
E depois, lembrei-me de mais uma preciosidade. Aliás, quatro (quanto amor-próprio). Ontem o módulo 2 da APDV, com uma intrusa do módulo 4, foi atuar na Noite Dançante da Associação Desportiva da Realidade. Deixo-vos as fotos.





muah*


1 de julho de 2014

Atração - um textinho de quem estava entediada num domingo à tarde

Eu tento-te resistir, cada vez mais e mais. Mas sei que não uso todas as minhas forças, porque cedo tão facilmente, tão dolorosamente estarrecida...
Tento-me resguardar de ti e desta necessidade esmagadora de te ver e de estar contigo. Não é que sinta necessidade de te beijar, nem de te tocar. Mas quando te aproximas e o teu cheiro me atinge de uma forma inebriante, qual rajada de vento inesperada, que me arrepia, eu deixo-me ir.
É uma atração desmedida, desleal, que me deixa sem forças e sem fôlego. Quero mostrar que consigo repelir-te, mas és tão envolvente e sedutor que não consigo resistir.
O teu toque, as tuas carícias, o teu tom sôfrego de quem me deseja desmedidamente...nunca me pensei capaz de provocar tal efeito em alguém. É toda uma loucura vaga, desprovida de sentimentos. Porque o teu toque, as tuas carícias e o teu tom sôfrego nunca serão suficientes e cessarão assim que eu virar costas e sair por aquela porta. 
Não estamos destinados e o universo não conspira a nosso favor. Não é um sentimento de vice-versas, nem de mutualidades. Parte de mim e só de mim e em mim fica. 
Ah, como me deixas desnorteada: a tua pele, o calor dos teus lábios, o teu beijo desarmante. Que sentimento é este, sem nome e sem descrição? Sem mar, nem maré, sem chão e sem noção? 
Por favor, alguém me oriente, porque entretanto, vou-me desorientando nesta louca tentação. 

muah*

*ficção