13 de junho de 2014

Se meu Nandinho fosse vivo...

fazia hoje anos. :)  Fernando Pessoa nasceu a 13 de junho de 1888 e morreu a 30 de novembro de 1935. Nem esperou para me conhecer...

Adoro os seus textos, os seus melodramas, todos os seus subentendidos e bem entendidos, os seus múltiplos eus. Fico muito babada quando me dizem que me assemelho a ele a escrever. Mas o que ainda me falta para ser assim, genial. Sempre ouvi dizer que 'de génio e de louco, todos temos um pouco'. Ele é a personificação desse dito popular. 

A minha agenda de 2014, pela qual me apaixonei de imediato, mas o sr. da Bertrand não ma queria vender, pois dizia ser fatela. xD

Desde os 8/9 anos que sei de cor o poema Mar Português, ainda mal eu 'conhecia' o grande poeta e escritor. É dos que mais gosto, mas não só. Dos seus heterónimos mais conhecidos, o meu preferido é Alberto Caeiro. 

Vocês gostam de algum em especial? Ou desgostam de todo de Fernando Pessoa?

E tarda, mas não falha. Aqui está o link para a reportagem sobre Mundo Segundo. Espero que gostem!

muah*


13 comentários:

  1. Adoro o textos deles apesar de muita gente dizer que ele mistura todo e fica completamente confuso. Gosto do tipo de escrita dele :)

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Epa, eu não leio o Nandinho, mas isso sou eu que gosto de ler outro tipo de coisas.
    Mas ao menos, esse usa vírgulas nos textos :P

    ResponderEliminar
  3. Eu adoro Pessoa! O meu heterónimo preferido é o Caeiro. Não sei explicar, é algo que me fascina imenso! Já alguma vez leste "o ano da morte de Ricardo reis" de José Saramago? É simplesmente brilhante...

    ResponderEliminar
  4. Gostei do teu blog e sobretudo do post que dedicas a Fernando Pessoa. Tal como tu também adoro os textos dele. A minha frase preferida e que me acompanha há anos é esta "Só aquilo que vale a pena custa e dói, bendita a dor e a pena pelas quais o mundo se transforma"! Também adoro a poesia de Alberto Caeiro!

    ResponderEliminar
  5. Sinceramente já não me lembro muito bem dos heterónimos, mas gostava de os ler. A tua agenda é so cute *.*

    R. Oh obrigada pelo conselho querida mas tinha mesmo de terminar e como sou nova tenho medo de não entregar a tempo

    ResponderEliminar
  6. lol sabes que eu não sou fã do Nandinho... Não tenho paciência para ele hehehe

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  7. Desde os 8/9 anos? Isso é que é gostar :D
    Beijinho*
    www.flordemaracuja.pt

    ResponderEliminar
  8. Foi e sempre será o meu escritor português preferido

    ResponderEliminar
  9. lembro-me de (no secundário) ter transcrito para o meu caderno quatro linhas que ele escreveu:
    "a criança que fui chora na estrada.
    deixei-a ali quando vim ser quem sou;
    mas hoje, vendo que o que sou é nada,
    quero ir buscar quem fui onde ficou."
    e, livro do desassossego aparte (que é o meu livro dele favorito), estas ainda são as minhas palavras dele favoritas.
    tempos mais tarde, fiz um mash-up das suas palavras e reescrevi-as:
    a criança que fui brinca na estrada,
    deixei-a ali quando vim ser quem sou.
    e hoje, como não me arrependo de nada,
    não buscarei quem fui onde ficou.

    ResponderEliminar

Read, comment, repeat!